Trading

O After Market

Para quem opera com base no gráfico diário, operar no After-Market pode ser uma estratégia interessante. O padrão Candlestick (gráfico diário) só fica definido após o leilão de fechamento do pregão regular. O preço de fechamento é provavelmente o mais importante entre os quatro preços que formam o Candlestick. Também é a referência de preço mais recente.


O período de negociação do After-Market vai das 17:45 horas até 19:00 horas (período com vigência de horário normal da bolsa). Os ativos negociados são aqueles que pertencem a algum índice oficial da Bovespa, como Ibovespa, IBX-50 ou IBX-100.


Vale a pena?


Afinal, vale a pena negociar no After? Quais são as suas vantagens e desvantagens? Existe uma vantagem psicológica importante que é a condição de operar quando o mercado “está fechado”. A liquidez é restrita, e o preço negociado não oscila muito, fica muito próximo do preço de fechamento. Uma regra importante do After é que nenhuma ação pode oscilar mais de 2,0% em relação ao preço de fechamento no pregão regular. Então a volatilidade é limitada.


Operar no After é particularmente oportuno quando existe uma grande chance de uma abertura (no pregão seguinte) com “GAP” de alta, ou um forte e rápido movimento comprador logo após a abertura. Nesses casos, o papel já abre com um ganho significativo. Com esta vantagem inicial dá até para pensar em realizar o lucro no mesmo dia. Mas qual é a sinalização para esse tipo de trade?


Uma estratégia bastante usada é a de buscar indicações no gráfico intraday de sessenta minutos. Existem vários setups possíveis, vamos ver alguns exemplos:


O ativo UGPA3 teve uma queda forte (-7,17%). Na sequencia voltou a cair mais um pouco (-1,29%). Apesar da nova baixa, observe na imagem a seguir (figura 1) que o corpo dos candles de baixa começaram a diminuir sua amplitude (Heikin-Ashi). O último candle foi um “DOJI” com sombras longas: é um sinal de possível reversão. O indicador CandleCode cruzou acima da banda inferior de Bollinger e se movimentou em direção à banda superior (também rompeu acima da LTB – Linha de Tendência de Baixa). Há sinais claros de enfraquecimento dos vendedores e reação dos compradores.



Figura 1 - UGPA3, gráfico de 60 minutos


Vejamos outro exemplo com CIEL3 (figura 2). Esse papel sofreu forte queda e iniciou tentativa de recuperação. O gráfico de sessenta minutos mostra que a ação fechou próxima do fundo anterior. O último candle (Heikin-Ashi) também formou uma figura indicativa de reversão: corpo pequeno com longas sombras. O indicador CandleCode cruzou acima da banda inferior de Bollinger e sinaliza o rompimento acima da respectiva LTB.


Figura 2 - CIEL3, gráfico de 60 minutos


Nos dois casos, sempre existe a possibilidade de uma abertura invertida, ou seja, com “GAP” de baixa, mas isso é bastante improvável. Quem quer vender ou continuar vendendo, normalmente vai aguardar uma reação compradora no pregão seguinte. Se a recuperação for fraca, os vendedores aparecem novamente, e aí sim o preço pode voltar a fazer novas mínimas.


Análise da Liquidez


A liquidez dos papéis no After costuma ser compatível com a do pregão regular. Na tabela abaixo (figura 3, lista parcial de ações negociadas no After, em 16 de outubro 2012) podemos constatar que VALE5 esteve entre as mais negociadas com um total de 171 negócios. O preço médio negociado de 37,02 reais foi um pouco acima do preço de fechamento do pregão regular: 36,95 reais. Petrobrás PN (PETR4) teve 131 negócios e USIM5, 85 negócios. Porém a mais negociada foi OGXP3 com 309 negócios. Além da variação do preço (máximo de 2,0%), um volume acima do esperado também pode ser uma sinalização importante para o pregão do dia seguinte.


Figura 3 - Tabela de liquidez no After


A Bovespa informa (veja o sistema de notícias disponível no ProfitChart) o volume total de negócios e as ações mais negociadas logo após o fechamento do After, por volta das 19:00 horas. No pregão do dia 17 de Outubro de 2012, por exemplo, o volume total negociado foi de R$ 37,7 milhões. As 5 ações mais negociadas (volume financeiro) foram VALE5, PETR4, HGTX3, HYPE3 e BBAS3. Na ocasião a Hering ON (HGTX3) estava para divulgar o balanço nos próximos dias, sendo este o motivo do destaque de volume no After.


O After é bastante conveniente para o investidor que não tem tempo de negociar durante o horário do pregão normal, mas também é uma opção para quem quer aproveitar oportunidades que não podem esperar pelo pregão seguinte. Vale lembrar que uma operação iniciada no mesmo dia no pregão regular, se encerrada no After é considerada um daytrade.


Ótimas análises e negócios.


Eduardo Matsura




Utilizando cruzamento de médias de maneira mais eficiente O segredo dos Turtles

Fique por dentro do mercado financeiro assinando nossa Newsletter.


Rua Dr. Timóteo, 782.
Porto Alegre - RS, Brasil
(51) 3014-8272 comercial@nelogica.com.br
CNPJ: 05.898.757/0001-68

Carregando...