Indicadores & Estudo

Pivô de Alta e Pivô de Baixa - Uma simplificação das Ondas de Elliott

Comumente, escuta-se no jargão da análise técnica os termos: Pivô de Alta e Pivô de Baixa. Essa metodologia é amplamente utilizada pelos analistas técnicos clássicos e consiste numa técnica de grande eficácia e simplicidade.


Conceito

Pivô de Alta e Pivô de Baixa são termos da análise técnica clássica que remetem a uma simplificação das Ondas de Elliott, consistindo numa metodologia de fácil aplicação.


Na técnica de identificação de Pivôs de alta e de baixa, busca-se a identificação do timing da reversão de movimentos para encontrar a onda 1, a onda 2 e, da mesma maneira, a onda 3 - logo no início.


Além disso, para utilizar esta metodologia com eficiência, faz-se necessário o uso conjunto de retrações e projeções de Fibonacci.


Cálculo
Encontrando Pivôs de Alta e de Baixa

Os pivôs são encontrados no final de tendências de alta e no final de tendências de baixa.


No final de uma tendência de baixa, um Pivô de Alta inicia com o surgimento de um fundo mais alto que o anterior, sendo completado no momento em que as cotações rompem o topo anterior.


Em suma, fazem-se mister três pontos-chave:


  • Ponto 1 - Fundo
  • Ponto 2 - Topo
  • Ponto 3 - Fundo mais alto que o anterior

Quando o mercado fizer um fundo mais alto (ponto 3), o pivô estará armado. No momento em que as cotações superarem o topo do ponto 2, o pivô é confirmado.


Na imagem abaixo, Figura 1, tem-se um pivô de alta no gráfico do índice Bovespa (diário).


Figura 1 - Pivô de Alta no gráfico do IBOV na periodicidade diária.


Vice-versa ao final de tendência de alta, onde podem ser encontrados Pivôs de Baixa.


Projetando alvos para o pivô utilizando Fibonacci

Abaixo, pode-se observar um exemplo(Figura 2) da projeção de objetivos para o movimento de alta utilizando projeções de Fibonacci no pivô.


Figura 2 - Projeções de Fibonacci no Pivô de Alta em gráfico do IBOV na periodicidade diária.


Para colocar as projeções de Fibonacci no gráfico, basta selecionar o estudo e traça-lo do Ponto 1 até o Ponto 2.


O cálculo que a ferramenta faz é extremamente simples:


  • A projeção de 38,2% é dada pelo cálculo (Ponto 2 - Ponto 1) * 1,382;
  • A projeção de 61,8% é definida pela equação (Ponto 2 - Ponto 1) * 1,618;
  • A projeção de 100% é definida pelo cálculo (Ponto 2 - Ponto 1) * 2,00.

Considerações Finais

Os Pivôs de Alta e de Baixa consistem na maneira mais rápida e eficiente para aplicar os princípios das ondas de Elliott de maneira simplificada. Para que a reversão de qualquer tendência seja confirmada, fazem-se necessários os pivôs e, quando utilizados de forma correta, consistem em um grande trunfo ao analista.



Boas análises!




Diamante - Uma estratégia simples utilizando médias móveis

Fique por dentro do mercado financeiro assinando nossa Newsletter.


Rua Dr. Timóteo, 782.
Porto Alegre - RS, Brasil
(51) 3014-8272 comercial@nelogica.com.br
CNPJ: 05.898.757/0001-68

Carregando...