Indicadores & Estudo

Indicador Aroon

Um mercado em tendência é substancialmente diferente de um mercado em congestão. As inúmeras distinções levam à necessidade de se preparar de maneira diferente para cada uma dessas condições. Conforme já colocado em outros artigos de nossa série, uma situação de tendência definida deve ser trabalhada com um determinado grupo de ferramentas (seguidores de tendência). De forma análoga, um mercado lateral requer o acompanhamento de osciladores para operações eficientes.


Assim, tendo em mente a necessidade de se conhecer a tendência e sua força, o analista Tushar Chande, autor dos livros "The New Technical Trader" e "Beyond Technical Analysis", desenvolveu o indicador Aroon. O grande objetivo da técnica é sinalizar ao investidor se existe uma tendência e se a mesma está ganhando ou perdendo fôlego.


Como funciona o Aroon?


O indicador é composto por duas linhas, chamadas de Aroon Up e Aroon Down. A primeira procura medir a força da tendência de alta, enquanto que a segunda mede a força da tendência de baixa (a figura 1 mostra as equações):



Figura 1- Cálculo das linhas Aroon Up e Aroon Down


Na fórmula, "Período" é um parâmetro que estabelece o tamanho da janela de cálculo, "PeríodoMax" representa o número de barras desde a última máxima, enquanto que "PeríodoMin" o número de barras desde a última mínima. Como pode ser visto, o indicador sinaliza o tempo que os preços levam para alcançar os valores máximos e mínimos dentro de certo intervalo. Aroon mostra os resultados como um percentual, oscilando entre 0% e 100%, quanto mais alto o número maior a força da tendência.


Interpretação


O indicador é utilizado de duas maneiras principais:



  • Movimentação nos níveis de 30 e 70: quando Aroon Up está acima de 7 e Aroon Down abaixo de 30, tem-se uma tendência forte de alta. O análogo é verdadeiro, quando Aroon Down move-se para níveis superiores a 70 e Aroon up para valores inferiores a 30, existe uma situação de tendência forte de baixa.
  • Quando as duas linhas movem-se de maneira semelhante (especialmente em torno de 50), há a sinalização de uma congestão.
  • Cruzamentos: quando ocorre o cruzamento das linhas entre 30 e 70 o indicador sinaliza uma confirmação. Por exemplo, se Aroon Up cruza Aroon Down nessa região confirma-se a tendência de alta. Apesar de descrito na literatura, este modo de aplicação é raramente utilizado na prática.

Na figura 2 tem-se um gráfico diário do índice Bovespa (IBOV). Observe que após um período de movimento lateral, na qual as linhas do indicador movimentaram-se de maneira semelhante, ocorre uma separação com a linha Aroon Down (vermelha) estabelecendo-se na região acima de 70 e a linha Aroon Up (verde) tendo valores inferiores a 30. Essa situação demonstra uma tendência de baixa em andamento



Figura 2 - Indicador Aroon sinalizando uma tendência de baixa no índice Bovespa


Para o exemplo em questão utilizou-se Aroon configurado para 25 períodos. Variando-se o parâmetro, pode-se calibrar para a identificação de tendências de maior ou menor prazo. Para prazos menores, costuma-se utilizar 9 como valor padrão.

Observações finais


O indicador Aroon ajuda a identificar se existe uma tendência em andamento. Essa informação é essencial, pois pode ter reflexo direto na maneira de operar de cada investidor. As sinalizações do Aroon são facilmente visualizadas, mas como todo seguidor de tendência apresenta o chamado efeito lag, ou seja, um atraso entre a mudança efetiva da tendência e a sinalização por parte do indicador. No entanto, com a calibração adequada para cada tipo de operação (day trading, swing ou position), o indicador Aroon tende a reagir às mudanças do mercado melhor do que diversas técnicas que procuram atingir o mesmo objetivo.


Ótimas análises e negócios!

Equipe Nelogica


Indicador CCI A técnica do Envelope

Fique por dentro do mercado financeiro assinando nossa Newsletter.


Rua Dr. Timóteo, 782.
Porto Alegre - RS, Brasil
(51) 3014-8272 comercial@nelogica.com.br
CNPJ: 05.898.757/0001-68

Carregando...