Indicadores & Estudo

Acumulação/Distribuição Williams

Quando o mercado apresenta uma situação de lateralização (ou congestão) é sempre uma tarefa difícil definir se há um processo de distribuição ou de acumulação ocorrendo sob a superfície do mercado. Ciente desse desafio, o grande trader americano Larry Williams projetou o indicador Acumulação/Distribuição Williams (ou WAD, Williams Accumulation/Distribution).


Conceito


O que é acumulação?


Acumulação é um movimento lateral que antecede a tendência de alta. É a fase em que, de acordo com a análise técnica clássica, pessoas com informações de alta qualidade começam a comprar ativos – ainda quando a maior parte dos investidores sequer notou que este ativo tem potencial de valorização.


Identificar a fase de acumulação pode ser um grande trunfo, visto que, dessa forma, o operador pode ficar atento para o inicio de uma tendência de alta ainda antes dela iniciar.


O que é distribuição?


Distribuição,por sua vez, é um movimento lateral que antecede a tendência de baixa. Segundo a teoria da análise técnica clássica, durante uma distribuição, o grupo de pessoas com acesso a informações de alta qualidade começa a vender os ativos acumulados. Muitas vezes, existem insiders detentores informações prejudiciais à companhia que ainda não foram divulgadas.


Identificar a fase de distribuição pode ser, igualmente, uma enorme vantagem, uma vez que, dessa forma, o investidor pode ficar atento parao inicio de uma tendência de baixa ainda ante de ela iniciar.


O Acumulação/Distribuição Williams (WAD) é um indicador técnico que mensura a pressão compradora e a pressão vendedora e, desta maneira, emite sinais que ajudam o analista a identificar se o mercado está em acumulação ou se está em distribuição.


Interpretação


O WAD funciona em divergências, ou seja, quando a direção deste indicador é oposta à direção dos preços. Ele costuma se antecipar em relação ao movimento de preços.


A chave para uma boa análise do Acumulação/Distribuição Williams é dar atenção aos sinais mais fortes, ou seja, aos sinais de maiores discrepâncias entre o gráfico de preços e o indicador.


Exemplos



Figura 1 – Antecipação da tendência de alta


Na imagem acima (figura 1) o indicador constatou que o mercado estava em acumulação. Acumulações sempre antecedem tendências de alta.


Neste caso, o indicador divergiu do gráfico de preços sinalizando que o mercado estava em acumulação, avisando que existia grande probabilidade de surgir uma tendência de alta. Isso pode ser visualizado no período em que o gráfico de preços estava respeitando as duas linhas amarelas e o indicador já estava apontando fundos ascendentes (linha vermelha).



Figura 2 – Antecipação da tendência de baixa


No gráfico da Figura 2, por sua vez, o indicador sinalizou que o mercado estava em distribuição. Distribuições sempre antecedem tendências de baixa. Isso pode ser visualizado no período que o gráfico de preços estava respeitando as duas linhas amarelas e o indicador já estava apontando topos descendentes (linha vermelha).


Acumulação/Distribuição tradicional versus WAD


Muitos analistas vão se lembrar rapidamente do acumulação/distribuição tradicional. Mas, afinal, no que o WAD se distingue dessa ferramenta? Quais as vantagens?


O indicador Acumulação/Distribuição e o Acumulação/Distribuição Williams (WAD) possuem formas de cálculo diferentes. O Acumulação/Distribuição considera em sua estrutura apenas os preços do período corrente, adicionando uma parcela do volume do dia ao acumulado quando o preço fecha próximo da máxima da barra. Quando os preços fecham perto da mínima do período, uma parcela do volume é subtraída.


Já o WAD considera os preços da barra anterior ao comparar seu fechamento com a máxima e a mínima do período atual. Isso melhora o desempenho do indicador, refletindo a ação do mercado de forma sistêmica. Além disso, o Acumulação/Distribuição Williams é computado de diversas maneiras – algumas vezes o indicador é suavizado, enquanto em outras são adicionados outros fatores extras, geralmente com o uso de médias móveis.


Considerações finais


Quando o mercado está em congestão, sempre fica muito difícil antever qual é a probabilidade de direção para o próximo movimento de preços. O mercado está acumulando ou está distribuindo? O WAD é excelente para nos ajudar a encontrar a resposta.


O Acumulação/Distribuição Williams antecipa o movimento dos preços, gerando divergências que em muitos casos são bastante visíveis e eficientes. Este indicador pode ser um elemento que se adapta de maneira natural a diversos estilos de operação.


Ótimas análises e negócios!



Equipe Nelogica




Multicolinearidade Tillson's T3 Moving Average

Fique por dentro do mercado financeiro assinando nossa Newsletter.


Rua Dr. Timóteo, 782.
Porto Alegre - RS, Brasil
(51) 3014-8272 comercial@nelogica.com.br
CNPJ: 05.898.757/0001-68

Carregando...